fbpx

Nada no mundo deve importar mais do que a segurança dos seus filhos. E é exatamente isso que procuramos, quando precisamos contratar algum profissional que tenha relação direta com eles. Sendo assim, é fundamental avaliar o candidato com cautela, para que não tenha problemas mais tarde. No entanto, como entrevistar uma babá, por exemplo? Quais as perguntas certas?

Essa é uma dúvida que, se você não tem, ainda terá. Com a nossa rotina mais rígida, voltada ao trabalho e ao crescimento na carreira, as famílias estão se formando mais tarde. E tudo bem! Porque a gravidez mais tardia, também tende a ser mais planejada, o que torna o seu sonho de ser mãe ainda mais saboroso.

No entanto, ter filhos sendo mais velha também impõe alguns sacrifícios. Afinal, com a carreira estabilizada e um trabalho de sucesso, a grande maioria das mamães precisa abrir mão da rotina constante com o seu bebê, para voltar às suas obrigações cotidianas. Então, é a hora de procurar alguém para te ajudar.

dicas entrevistar uma babá

Mas como entrevistar e escolher a babá ideal para cuidar do seu maior tesouro?

Vamos te ajudar com isso! Preparamos um conteúdo bastante especial, com dicas que se transformam em um roteiro de entrevistas. Além disso, também chamamos a sua atenção para alguns pontos fundamentais, ao buscar alguém para ser a babá do seu filho. Veja como escolher uma babá perfeita!

Antes de tudo, você sabe de onde vem a cultura da babá?

A profissão de babá, hoje, é regulamentada. Inclusive, existem excelentes cursos de babá por aí, que garantem uma formação qualificada às profissionais que se dedicam ao cuidado das crianças. No entanto, esse é um cenário que se modificou faz pouco tempo, apesar da presença da babá ser constante na história.

Seja lendo algum livro ficcional ou pesquisando um pouco mais sobre história, sempre temos a presença da pessoa responsável por cuidar das crianças. Antes, elas eram chamadas de aias ou amas, quando faziam o aleitamento da criança ainda em fase de amamentação.

Com o passar dos anos, as funções da babá foram se especializando. Ela passa a se dedicar com mais ênfase no cuidado rotineiro dos pequenos, deixando para trás funções relacionadas à amamentação e se tornando a acompanhante diária.

Hoje, as babás são fundamentais em várias famílias. Afinal, com a rotina de trabalho de pais e mães, é importante que o responsável pelos filhos seja uma pessoa cuidadosa e qualificada. Para tanto, a contratação desses profissionais exige muito mais atenção do que antes.

Também é importante que o relacionamento com a babá seja saudável. Para alcançar tal condição, o ideal é que o canal de conversação entre vocês esteja sempre aberto. Afinal, a melhor maneira de evitar desconfortos entre as partes, é dialogando. Por isso, procure conversar abertamente com a sua babá, inclusive para saber se tudo está caminhando positivamente.

Quais são as funções da babá: o que ela faz, o que ela não faz

Outro ponto que sempre deixa dúvidas, é sobre a real função da babá. Quer dizer, o que ela faz e o que não é de sua competência, dentro da rotina da casa? Todos sabemos que as atividades da babá se relacionam ao cuidado dos pequenos, mas o que deixa de ser obrigação dela?

Listamos algumas atividades que não precisam ser da competência da babá. Assim, você já saberá como agir, quando estiverem tratando sobre a sua atuação cotidiana. Também, o que poderá solicitar à ela, sem que saia de sua função contratada.

São responsabilidades da babá:

  • Cuidar da criança;
  • Cuidar da alimentação do pequeno, preparando as refeições e o alimentando nos horários determinados;
  • Higiene da criança, cuidados gerais como trocar fraldas e dar banhos;

responsabilidades da babá

  • Administrar medicações que a criança possa estar tomando, atento ao horário e à prescrição médica;
  • Brincar e entreter a criança;
  • Zelar pelo bem-estar e saúde do pequeno;
  • Estimulá-lo com jogos e atividades;
  • Cuidar de sua rotina de descanso.

Perceba que algumas ações – que talvez te parecessem função da babá – não estão listadas. Por exemplo, o cuidado com as roupas da criança ou reforço escolar. Fizemos essa pequena lista para te ajudar, mas o ponto principal para chegar à um consenso benéfico sobre a sua babá, continua sendo o diálogo.

Não tem nenhum problema em conversar com ela e agregar algumas funções à que está contratando primordialmente. Veja qual é a disponibilidade da babá em realiza-las e se ela é a pessoa ideal para fazer tais ações.

Entretanto, lembre-se de recompensá-la financeiramente, caso atribua mais obrigações do que as já combinadas. Assim, você também estará valorizando-a como profissional. Dessa forma, vocês garantem um relacionamento ainda mais saudável e amoroso.

Atenção aos seguintes pontos!

Para que você consiga conduzir uma boa entrevista e, consequentemente, consiga escolher a melhor babá possível para o seu filho, é importante que você tenha em mente qual é o perfil que deseja para o profissional. Assim, você conseguirá encaminhar melhor as suas propostas e estará mais apto a conhecer as qualificações da pessoa.

Outro ponto fundamental e que você precisa considerar, são as referências profissionais. Afinal, você está prestes a contratar essa pessoa para cuidar do seu filho. Logo, é necessário que você saiba os lugares onde ela trabalhou e verifique como era a sua atuação em tal emprego.

A formação profissional também deve ser avaliada. Hoje, existem cursos profissionalizantes para babás, mas não é incomum encontrar profissionais de outras áreas que atuam nesse tipo de prestação de serviços. Uma babá com curso de primeiros socorros, por exemplo, é um diferencial e tanto. Babás com formação pedagógica também são ótimas opções, principalmente quando o seu pequeno está em idade escolar.

Agora, algo que também precisamos comentar, é sobre a questão do exemplo. Considerando que a babá passará muito tempo com o seu filho, é completamente normal que ele passe a espelhar alguns comportamentos. Afinal, a babá é a sua referência de cuidado. Sendo assim, avalie o vocabulário e o modo de agir da sua entrevistada.

Não tenha receio de perguntar!

Diálogo! Esse é o nosso principal aliado no momento de entrevistar uma babá e, depois, no decorrer da rotina. Quanto mais você criar projeções, esperando determinados comportamentos, maior será a chance de se frustrar.

Então, sempre que tiver alguma dúvida ou precisar fazer algum questionamento, inicie a conversação. Tire um momento para se sentar com a babá e faça as perguntas que deseja. Procure sempre entender o ponto de vista dela e seja cordial. Lembre-se que a melhor maneira de criar um ambiente saudável – principalmente para o seu pequeno – é evitando conflitos e estimulando o entendimento.

6 perguntas que você deve fazer ao entrevistar uma babá

Estamos falando bastante sobre o seu comportamento para com a babá escolhida, mas também temos algumas dicas bem legais para você que ainda está à procura de alguém para cuidar do seu pequeno. Afinal, toda boa escolha começa a partir de uma boa entrevista.

Sendo assim, preparamos uma lista com algumas perguntas que servem para te instruir em como entrevistar uma babá. Veja só:

1.      Há quanto tempo você cuida de crianças?

A sua primeira – e talvez mais importante – pergunta, deve vislumbrar diretamente qual é a experiência da pessoa que você está entrevistando. Afinal, é a partir dessa informação, que você conseguirá nortear todo o resto de sua entrevista.

Pessoas experientes saberão considerar quais são os seus principais diferenciais. Já se a sua entrevistada não tiver tanta experiência prática no cuidado infantil, dê a ela a chance de divulgar quais são suas principais características.

2.      Você possui cursos voltados ao cuidado e desenvolvimento de crianças?

A qualificação da babá também é muito importante. Se ela tiver experiência de anos, com boas referências, com certeza será uma profissional muito capaz. Entretanto, é importante que a babá tenha conhecimentos técnicos sobre o cuidado de uma criança e que podem garantir a segurança das mesmas.

Você consegue encontrar profissionais altamente qualificadas no mercado, com cursos na área de formação pedagógica e de primeiros socorros. Pergunte se a sua entrevistada possui esse tipo de qualificação e, principalmente, se ela teria interesse em fazer. Assim, ela se torna ainda mais qualificada e você otimiza a cuidadora do seu filho.

3.      Você ficaria responsável pela alimentação das crianças?

Normalmente, as babás agregam a função de cuidar da alimentação das crianças. Entretanto, cabe a você perguntar como ela pretende organizar a rotina alimentar do seu pequeno. Algumas babás se sentem mais confortáveis preparando as refeições. Outras, preferem seguir à risca as orientações deixadas.

Lembre-se de perguntar qual o tipo de refeição que ela costuma preparar para crianças. Peça que ela crie um cardápio rápido e simples, como exemplo. Ah! E não deixe de falar caso tenha algum tipo de restrição alimentar ou de crença.

4.      Você já precisou lidar com alguma emergência médica no seu emprego anterior? Como foi?

A experiência é muito importante, principalmente quando falamos sobre imprevistos. Cuidar de uma criança não é tarefa fácil, todos sabemos. Uma piscada e pronto. Por isso, saiba que alguns acidentes podem – e infelizmente vão – acontecer. O fundamental, nesse caso, é como a pessoa responsável irá lidar com o acontecido.

Quando for entrevistar uma babá pergunte sobre essas ações à ela, você consegue avaliar o seu nível de conhecimento prático sobre o cuidado das crianças. Se possível, entre em contato com o empregador anterior, para verificar se a babá foi competente em controlar os danos e quais foram as suas impressões sobre isso.

5.      Como eu posso entrar em contato com você?

Babá que não atende o telefone enlouquece a mãe. Como dissemos acima, o cuidado com as crianças exige uma atenção constante, mas é necessário que você consiga ter acesso à sua babá a todo momento. Seja para dar alguma orientação ou para saber como seu pequeno está, lembre-se de pegar todos os contatos possíveis e evitar desesperos.

6.      Quais funções extras você aceitaria atender?

Já ouvir aquele ditado que diz: “o combinado nunca é caro”? Aqui, ele se aplica maravilhosamente. Já falamos nesse artigo, sobre as funções que são da competência da babá. Também, ressaltamos sobre algumas atividades que ela pode exercer, indo além do definido pela profissão, desde que vocês tenham acordado e chegado à um consenso.

Então, esse é o momento em que você deve perguntar isso. Veja quais são as funções que a entrevistada pode agregar. Por exemplo, o cuidado com as roupas e turnos extras em férias ou feriados. Assim, vocês já definem qual será o contrato, enquanto ainda estão negociando.

Seu bebê deve estar presente na entrevista

Uma presença ilustre – e necessária – quando você for entrevistar uma babá com potencial para ser contratada, é a do seu pequeno. Afinal, nada é mais importante do que a interação entre eles. Vocês, adultos, podem chegar a consensos e combinados, que determinarão o sucesso do seu relacionamento. Agora, com a criança, é fundamental que haja zelo e empatia.

Por isso, após realizar a entrevista profissional, traga a criança para a conversa. Apresente os dois e veja como a babá se comporta, diante de seu novo amigo. Veja como ela lida com esse contato inicial, que geralmente traz desconforto ao pequeno e que exige um carinho a mais.

Se você sentir que houve uma interação entre os dois e as credenciais dela são boas, experimente a contratação. Caso prefira, vocês podem acordar um período de experiência, para ver como será a adaptação da babá à criança e vice-versa.

Plataformas de emprego: dá para encontrar uma boa babá nelas?

Sem sombra de dúvidas. No entanto, para que você consiga encontrar profissionais qualificados, tenha em mente que deve procurar em uma plataforma confiável.

Você pode solicitar por esse profissional e receber propostas. Usando esse nosso guia de como entrevistar uma babá, você consegue otimizar ainda mais essa possível contratação. Dessa forma, encontrando o profissional mais qualificado para cuidar do seu maior tesouro.

Gostou das nossas dicas? Comente para gente o que você achou! E ainda temos muito mais! Conseguiu encontrar a babá ideal? Veja no nosso blog como preparar o primeiro dia!

Deixe um comentário

  Subscribe  
Notify of