Primeiro dia da Babá: 5 dicas para começar muito bem!

primeiro dia da babá

Após pesquisar bastante, entrevistar candidatas (veja como entrevistar aqui) e escolher aquela que você considera a babá certa para cuidar do seu filho, é hora de começar o trabalho.

E como cada família é única, com seus costumes e jeitos de ser, a sua também é. Ou seja: cada pequena particularidade é algo muito importante para quem mora na sua casa, ainda mais depois da chegada de um filho.

Escolher alguém em quem confiar seu bem mais precioso não é uma tarefa fácil, mas pense que essa fase já passou. Agora é hora de tornar o processo de adaptação algo tranquilo de verdade, tanto para você quanto para a babá.

É por isso que o planejamento do primeiro dia da profissional em sua casa deve ser feito com atenção.

Separamos a seguir um checklist de como planejar cada detalhe para que esse início seja gentil e satisfatório para a babá, para você e, claro, para a criança. Confira:

1 – Todos os papéis em dia

Segundo a legislação vigente, quem contrata um profissional por mais de 2 dias semanais, precisa assinar a carteira de trabalho.

Esteja ciente de todas as regras vigentes, modificadas a partir de 2015, para que toda documentação necessária para a contratação profissional estejam corretas e prontas antes do início efetivo do trabalho.

2 – Apresente a babá as pessoas que fazem parte da rotina da casa

Com horários de trabalho definidos e para a segurança de todos, é hora de apresentar a profissional para as pessoas de seu convívio ou que vão interagir com ela durante as horas em que você não estiver em casa.

Façam um “passeio”: apresente a ela seus vizinhos, amigos, parentes próximos, porteiros e outros profissionais de seu convívio diário em seu bairro ou condomínio.

Da mesma forma, apresente a babá também aos funcionários que realizem trabalhos esporádicos na casa, como jardineiros ou diaristas. Mesmo que não estejam presentes todos os dias, é importante que a profissional conheça a todos e saiba quem são.

Com relação à escola ou atividades extras como balé ou natação, é importante que a babá seja apresentada aos professores e condutores escolares, tenha os nomes e contatos de cada um deles ao seu alcance, se for necessário.

E eles, por sua vez, devem ter os dados atualizados dela, tudo devidamente autorizado por você.

babá com a criança

3 – Contatos

E falando em contatos, nunca é demais relembrar: deixe à disposição da profissional todos os números de telefone necessários. Além de seus celulares pessoais, acrescente também algum contato do trabalho, se for possível.

Outros contatos importantes: números de emergências, familiar mais próximo de casa, pediatra da criança.

Há quem utilize a facilidade dos aplicativos de comunicação para criar um “grupo” com a babá, os pais da criança ou outra pessoa próxima. Assim ela poderá enviar uma mesma mensagem a várias pessoas ao mesmo tempo.

Veja o que se encaixa melhor nas necessidades de vocês e se organizem para que a comunicação seja garantida sempre que necessário.

4 – No primeiro dia da babá, conversem sobre as regras da casa

Um dos pontos mais importantes a serem acertados é conversar sobre regras em geral. O uso da televisão e da internet, por exemplo, assim como a recepção (ou não) de visitas deve ser discutido entre vocês.

Se a babá for utilizar o veículo da família para transportar a criança, é importante que ela tenha conhecimento do carro e saiba ajustar as cadeirinhas, assentos elevados e cintos, se necessário.

Deixe claro quais são os lugares em que ela pode levar ou não seu filho, e quando. E se vocês tiverem um pet que interage, permita que ele perceba e se acostume com a nova pessoa na casa.

Algumas famílias também explicam como funcionam os sistemas de segurança e câmeras, pois se houver alguma ocorrência, ou o alarme disparar, por exemplo, a profissional saberá o que fazer ou que procedimento tomar. Veja se é viável no seu caso.

Sinalize também onde estão chaves, remédios, termômetros, nebulizadores, inaladores etc. Por escrito, explique quais medicações a criança costuma tomar em caso de febre, por exemplo, ou tosse alérgica.

Enfim, conversem abertamente sobre como sua casa funciona e o que você espera dela, enquanto babá. Isso muda de casa para casa, já que, como falamos anteriormente, cada uma tem suas particularidades.

melhor babá para o meu filho

5 – Registros do dia

Incentive a babá a fazer alguns registros do dia. Podem ser fotos, pequenos vídeos ou anotações sobre progressos em geral, alimentação e hábitos. Isso deve ser algo leve e divertido, sem a pressão de um relatório formal. Boas profissionais já farão isso automaticamente quando você chegar em casa, repassando as informações necessárias.

Você também pode afixar um quadro com pins ou ímãs; ou ainda, um mural, para que tanto você quanto ela possam fazer anotações a respeito de futuros compromissos em que a criança deverá comparecer, como consultas médicas ou festas da escola.

Além de manter vocês organizadas, isso lhe dará mais segurança em acompanhar em detalhes da rotina do seu filho.

No fim da última semana de trabalho, separe alguns minutos para conversar com a babá sobre seu desenvolvimento inicial. Coloque-se à disposição para ouvir suas dúvidas que porventura ainda possa ter e também mantenha-se aberta ao diálogo.

Aponte o que você acha ainda que não funciona muito bem, e elogie o que deu muito certo. Sabemos o quanto o incentivo e o diálogo são importantes em qualquer profissional.

Esse momento de feedback é algo que pode ser mantido por muito tempo, se você sentir necessidade; mas que nas primeiras semanas é simplesmente essencial, portanto, não deixe de fazer.

Criar um bom relacionamento é muito importante para que vocês mantenham um vínculo, uma rede de apoio entre si, com abertura, confiança e transparência. Dessa forma, ela vai se sentir bem em seu trabalho e você, enquanto mãe, muito mais tranquila em seu dia-a-dia, sabendo que seu filho está em boas mãos.

No mais, respire fundo e mentalize o quanto esse primeiro dia vai ser ótimo para todos. Toda separação mãe-filho pode parecer complicada no início, mas com planejamento e boas ações, você consegue!

Gostou das dicas? deixe um comentário 🙂

Veja também outros conteúdos do blog. Como dicas para preparar o aniversário do seu filho e muito mais!

Deixe um comentário

  Subscribe  
Notify of